segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Saudade.


Eu tinha muita saudade. Os apaixonados pensam que a saudade é uma emoção do tempo: quanto mais o tempo passa, mais cresce a saudade. Mas eles estão enganados. A saudade é emoção do espaço. Saudade tem a ver com o longe, a impossibilidade do abraço. Quando a separação acontece, a saudade penetra como uma lâmina, instantaneamente.Ela penetra lancinante mesmo quando quase nenhum tempo se tenha passado...”

Nenhum comentário:

Postar um comentário